DestaquesNotícias

Atentado em culto evangélico mata 24 em Burkina Faso

Massacre teria sido realizado por grupo de cerca de 20 terroristas

Um atentado contra uma igreja evangélica em Burkina Faso, país localizado na África Ocidental, matou 24 pessoas e feriu outras 18, na noite de domingo (16). O fato aconteceu na cidade de Panzi e, segundo autoridades locais, foi realizado por cerca de 20 pessoas durante um culto.

Entre os mortos, está o pastor que dirigia a cerimônia no momento em que aconteceu o massacre. Os feridos foram encaminhados para as cidades vizinhas de Sebba e Dori.

Segundo informações divulgadas pela agência Associated Press, a ação visava atingir cristãos da cidade. Os ataques atribuídos a grupos jihadistas contra igrejas ou religiões cristãs aumentaram exponencialmente no país nos últimos meses.

No dia 10 de fevereiro, jihadistas na cidade de Sebba sequestraram sete pessoas na casa de um pastor. Cinco corpos foram encontrados três dias depois, incluindo o do pastor, de acordo com o governador local. Dados da ONU apontam que quase 4.000 pessoas foram mortas em ataques jihadistas em Burkina Faso e nos vizinhos Mali e Níger, somente no ano passado.

Segundo a Lista Mundial de Perseguição contra os cristãos, desenvolvida pelo Instituto Open Doors (Portas Abertas, em português), o país africano é atualmente o 28° lugar onde os cristãos são mais perseguidos por causa de sua fé, com nível classificado como severo.

Pleno.News

Comentários

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios