DestaquesNotícias

Com a crise, igrejas evangélicas se multiplicam na Argentina

Segundo a Aliança Cristã das Igrejas Evangélicas da República Argentina há 5.000 igrejas em Buenos Aires

A crise econômica na Argentina elevou para 35,4% o índice de pobreza da população. Sem perspectivas, os argentinos estão se voltando para a religião, fazendo com que as igrejas evangélicas, principalmente pentecostais, fiquem cada vez mais cheias.

Como um país de maioria católica, a Argentina tem visto as igrejas evangélicas se multiplicarem desde 2001, quando o país enfrentou sua maior crise econômica.

O doutor de Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires, Marcos Carbonelli, declarou ao Yahoo! que desde então as igrejas só estão crescendo.

Com a crise atual se torna inegável que a fé tem sido a escolha de quem está sofrendo as consequências da situação econômica.

“As igrejas evangélicas têm um discurso que combina mais com a crise. Muitos se aproximam também pela rede de ajuda social, encontram trabalho ou consolo na comunidade”, declarou o analista que faz parte do CONICET, um órgão estatal de pesquisa científica.

Com o número de fiéis aumentando, as igrejas estão se instalando em espaços como cinemas antigos, da mesma forma que aconteceu no Brasil na década de 90. Além disso, milhares de igrejas em células estão realizando reuniões em todo o país.

“Nos últimos dez anos, o crescimento foi acelerado; é enorme!”, diz o pastor Rúben Proietti, líder da Aliança Cristã das Igrejas Evangélicas da República Argentina (ACIERA).

Segundo esta entidade, há mais de 5.000 igrejas apenas em Buenos Aires. A estimativa é que o número de evangélicos na Argentina saltou de 8% e 20% em uma década.

Fonte: Gospelprime

Comentários

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios