DestaquesNotícias

Conheça os deputados evangélicos que ajudaram a tirar o Coaf de Moro

Oposição e Centrão impuseram derrota ao governo.

A Câmara dos Deputados impôs uma derrota para o governo do presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (22), quando decidiu tirar o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça, comandado pelo ministro Sérgio Moro.

O órgão de inteligência financeira e combate à lavagem de dinheiro havia sido descolado do Ministério da Economia para a pasta comandada por Moro, com o objetivo de fortalecer a fiscalização e a apuração de crimes de corrupção. Porém, os deputados da oposição e do chamado Centrão acabaram devolvendo o Coaf para a Economia.

Apesar da tentativa do governo de manter a pasta com o ministro da Justiça, a Câmara decidiu, por 210 a 228, que a pasta passaria ao comando do ministro Paulo Guedes. As lideranças contrárias a transferência do Coaf ao Ministério da Justiça argumentaram que Moro não poderia concentrar tanto poder.

Partidos de oposição (PT, PSOL, PCdoB, PSOL e PSB) e siglas do Centrão Centrão (PP, MDB, PTB, PRB, DEM, Solidariedade e PR), orientaram para que suas bancadas votassem por retirar a pasta de Sérgio Moro. Já os partidos mais alinhados ao governo (PSL, PROS, Podemos, Cidadania, Novo e PV) orientaram voto pela continuidade do órgão na pasta da Justiça. Os deputados do PSDB e PSD foram liberados para votar como quisessem.

Surpreendentemente, entre os parlamentares que votaram contra o avanço do trabalho de combate a corrupção, estão alguns deputados que fazem parte da Frente Parlamentar Evangélica. Esses, por algum motivo, entenderam que os esforços do ministro da Justiça em investigar a lavagem de dinheiro não eram relevantes para o país.

Votaram contra o Coaf nas mãos de Sérgio Moro:

Abílio Santana – PHS/BA (Assembleia de Deus)
Aguinaldo Ribeiro – PP/PB (Batista)
Alexandre Serfiotis – PSD/RJ (Fazei Discipulos)
Altineu Cortes – PR/RJ (Assembleia de Deus)
André Abdon – PP/AP (Assembleia de Deus)
André Ferreira – PSC/PE (Assembleia de Deus)
Aureo – SD/RJ (Metodista)
Benedita da Silva – PT/RJ (Presbiteriana)
Bispo Ossesio – PRB/PE (Universal do Reino de Deus)
Celina Leão – PP/DF (Comunidade das Nações)
Cleber Verde – PRB/MA (Assembleia de Deus)
Daniela do Waguinho – MDB/RJ (Nova Vida)
David Soares – DEM/SP (Internacional da Graça de Deus)
Fausto Pinato – PP/SP (Congregação Cristã no Brasil)
Gilberto Abramo – PRB/MG (Universal do Reino de Deus)
Glaustin da Fokus – PSC/GO (Assembleia de Deus)
Jhonatan de Jesus – PRB/RR (Universal do Reino de Deus)
Julio Cesar – PRB/DF (Universal do Reino de Deus)
Laercio Oliveira – PP/SE (Presbiteriana)
Manuel Marcos – PRB/AC (Universal do Reino de Deus)
Marcio Marinho – PRB/BA (Universal do Reino de Deus)
Maria Rosas – PRB/SP (Universal do Reino de Deus)
Milton Vieira – PRB/SP (Universal do Reino de Deus)
Olival Marques – DEM/PA (Assembleia de Deus)
Otoni de Paula – PSC/RJ (Assembleia de Deus)
Policial Kátia Sastre – PR/SP (Assembleia de Deus)
Rejane Dias – PT/PI (Batista)
Roberto Alves – PRB/SP (Universal do Reino de Deus)
Rosangela Gomes – PRB/RJ (Universal do Reino de Deus)
Sargento Isidório – AVANTE/BA (Assembleia de Deus)
Tito – AVANTE/BA (Assembleia de Deus)
Vava Martins – PRB/PA (Universal do Reino de Deus)
Vinícius Carvalho – PRB/SP (Universal do Reino de Deus)
Ausentes da votação:

Aroldo Martins – PRB/PR (Universal do Reino de Deus)
Cezinha de Madureira – PSD/SP (Assembleia de Deus)
Gilberto Nascimento – PSC/SP (Assembleia de Deus)
Jefferson Campos – PSD/SP (Evangelho Quadrangular)
José Medeiros – PODE/MT (Presbiteriana)
João Campos – PRB/GO (Assembleia de Deus) ** Licença médica.
Lincoln Portela – PR/MG (Batista) * Licença médica.
Lucio Mosquini – MDB/RO (Batista)
Marcos Pereira – PRB/SP (Universal do Reino de Deus)
Paulo Bengtson – PTB/PA (Evangelho Quadrangular)
Paulo Freire Costa – PR/SP (Assembleia de Deus)
Sergio Brito – PSD/BA (Batista)
Silas Câmara – PRB/AM (Assembleia de Deus)
Toninho Wandscheer – PROS/PR (Assembleia de Deus)
Wladimir Garotinho – PRP/RJ (Presbiteriana)
Se abstiveram:

Dr. Jaziel – PR/CE (Assembleia de Deus)

Votaram a favor do Coaf nas mãos de Sérgio Moro:

Alex Santana – PDT/BA (Assembleia de Deus)
Aline Gurgel – PRB/AP (Universal do Reino de Deus)
Bruna Furlan – PSDB/SP (Congregação Cristã no Brasil)
Carlos Gomes – PRB/RS (Universal do Reino de Deus)
Clarissa Garotinho – PROS/RJ (Presbiteriana)
Eli Borges – SD/TO (Assembleia de Deus)
Felipe Francischini – SD/PR (Assembleia de Deus)
Flordelis – PSD/RJ (Cidade do Fogo)
Geovania de Sá – PSDB/SC (Assembleia de Deus)
Gildenemyr – PMN/MA (Assembleia de Deus)
Heitor Freire – PSL/CE (Evangelho Pleno)
JHC – PSB/AL (Internacional da Graça de Deus)
Joice Hasselmann – PSL/SP (Batista)
Lauriete – PR/ES (Assembleia de Deus)
Léo Motta – PSL/MG (Assembleia de Deus)
Liziane Bayer – PSB/RS (Internacional da Graça de Deus)
Lucas Gonzalez – NOVO/MG (Batista)
Lucas Redecker – PSDB/RS (Luterana)
Marcel van Hattem – NOVO/RS (Luterana)
Marco Feliciano – PODE/SP (Assembleia de Deus)
Pastor Eurico – PATRI/PE (Assembleia de Deus)
Roberto de Lucena – PODE/SP (O Brasil para Cristo)
Rose Modesto – PSDB/MS (Igreja do N. S. J. Cristo)
Sergio Vidigal – PDT/ES (Batista)
Soraya Manato – PSL/ES (Maranata)
Shéridan – PSDB/RR (Evangelho Quadrangular)
Sóstenes Cavalcante – DEM/RJ (Assembleia de Deus)
Stefano Aguiar – PSD/MG (Evangelho Quadrangular)

** ERRAMOS: O deputado João Campos (PRB-GO) esteve ausente da votação por estar de licença médica. Em vídeo, ele já havia afirmado seu voto a favor do Coaf nas mãos de Sérgio Moro. O João H. Campos que votou contra o Coaf de Moro é homônimo do PSB.

Por Gospelprime

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios