DestaquesMissões

Experiência Missionária VIII- Macanga- Por Mairo de Melo Menezes

Macanga é uma cidade situada mais ao norte de Tete próximo a fronteira com o Malawi no Moçambique onde vivemos uma experiência com Deus muito interessante.

Nossa base era na cidade de Tete e planejávamos ir até Macanga durante um final de semana para realizarmos uma cruzada naquela cidade a convite do Pr Richard. Ocorre que começaram a acontecer inúmeros empecilhos para chegarmos até lá.

A primeira batalha foi que, havíamos conversado com um amigo que nos emprestaria uma camioneta para viajarmos, porém, na noite da véspera ele avisou que não poderia mais emprestar.
Começamos a buscar meios de transporte para que pudéssemos percorrer o trajeto de mais ou menos uns duzentos quilômetros, sendo uns 130 km de asfalto e uns 70 km de estrada de terra – lembrando que, estávamos na áfrica – o problema era o tempo curto, sendo que, nosso amigo avisou muito em cima da hora.

Em meio às discussões eu já estava perdendo a paciência e ficando bravo com as complicações, o que até a véspera estava certo, agora havia desmoronado. Pensei que Deus não nos quisesse naquele lugar, mas, sempre em espírito de oração e pedindo direção ao Eterno.
Como o Pr Richard é um homem tarimbado nas missões posicionou-se firmemente no propósito de ir até Macanga, posto que, tinha uma dívida para com os irmãos, haviam nove anos que ficara de voltar outra vez para congregar e abençoar os irmãos daquela cidade.

Interessante a maneira como Deus trabalha! Além de ir o irmão Samuel, eu e o Pr Richard, ainda viajariam conosco os pastores Cussaia e Rosário, assim que, devido ao fato de não conseguirmos outro meio de viajar tomamos uma “chapa” – uma van – e foi uma baita experiência.
Nesta van que é fabricada para transportar 12 passageiros nós viajamos em 24 adultos e 3 crianças, sob um calor de quase 40 graus. Dá para imaginar?

O que importa é que fomos. Eu; convencido pelo Espírito Santo – pois já estava quase desistindo de ir quando as coisas começaram a dar erradas – tomei meu lugar onde pude sentar naquela “chapa” e seguimos nossa jornada rumo à curiosa Macanga.

Para terem uma idéia nos 130 km de asfalto, tranqüilo, a viajem transcorreram sem problemas, porém, para percorrer os 70 km entre “Chiuta/Machezzo” e Macanga levamos cinco horas de viajem. Imaginem percorremos 130 km em mais ou menos duas horas e percorremos 70 km em cinco horas de viajem.
Assim foi nossa jornada de ida, na próxima edição do jornal vou relatar os fatos que nos aconteceram em Macanga para você entender porque afirmo que Deus é fiel.

Mairo de Melo Menezes.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios