DestaquesMúsica

Fernanda Brum discorda de presidente da Sony sobre ‘novo gospel’

A cantora gospel Fernanda Brum rebateu uma publicação feita pelo presidente da Sony Music Gospel, Maurício Soares, sobre a relação dos antigos cantores evangélicos com a nova geração.

Maurício Soares afirmou que a era digital, marcada pela transição dos discos físicos para o streaming, fez com que artistas novos tivessem as mesmas condições de alcançarem o sucesso no mercado evangélico, que antes era restrito a uma pequena parcela de ministérios.

“Diferentemente do ditado, no atual momento da música, “antiguidade não é posto!”, ou seja, artistas com décadas de carreira precisam trabalhar como artistas novatos! Está tudo zerado!”, afirmou.

A cantora gospel Fernanda Brum, que ilustra bem a ideia de “artista com décadas de carreira”, não concordou com a posição de Maurício Soares, e rebateu nos comentários da publicação.

“Sério? Será? Credibilidade ainda conta para as igrejas! Para o secular pode ser que não! Mas chamado é chamado e carreira é carreira!”, respondeu.

Maurício Soares voltou a se explicar: “Estou falando de trabalho, streams, digital… E também de atitude, estratégia, conhecimento, disposição… novos tempos!”, afirmou.

by Tadeu Ribeiro – Portal do Trono

Comentários

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios