DestaquesEsporte

Inter goleia o Juventude em noite de gala no Beira-Rio

Em grande estilo, o Inter chegou à terceira vitória consecutiva no Brasileirão na noite desta segunda-feira (29/08)! Pela 24ª rodada nacional, o Colorado goleou o Juventude, no Beira-Rio, pelo placar de 4 a 0, e chegou aos 42 pontos na tabela do país. Johnny, duas vezes, Wanderson e Edenilson marcaram os gols do confronto, que deixa o Clube do Povo na quinta colocação do torneio.

 

Insistência colorada é premiada com gols tardios

Desde os primeiros minutos, ficou claro que o Beira-Rio sediaria um embate de ataque contra defesa nesta segunda-feira. Fechado em duas linhas de quatro, o Juventude pouco se aventurava para além da própria intermediária defensiva, mas nem mesmo a postura excessivamente cautelosa era capaz de impedir a criação de oportunidades por parte do ataque colorado. Logo aos cinco, Alemão teve a primeira chance da noite, e começou a elevar a temperatura na Avenida Padre Cacique.

Apoiado pela torcida, o Inter não se deixou afobar diante da marcação alviverde. Aos 16, Wanderson colocou Pegorari para trabalhar, em jogada que mostrou o potencial do corredor direito de ataque do Clube do Povo. Por ali, Mauricio também assustou aos 26, com finalização que tirou tinta do poste. Por baixo, o gol teimava em não sair. Pelo alto, ele veio com Johnny. Após escanteio cobrado por Pena, a cria do Celeiro apareceu de surpresa na primeira trave e desviou bonito, no contrapé do goleiro, para abrir o placar.

O gol abalou o Juventude, que não soube reagir a partir de então. Com espaços, o Inter percebeu seu adversário baqueado, e partiu para o nocaute. Aos 45, a arbitragem até ameaçou ignorar violento carrinho de Paulo Miranda em Alemão, mas o VAR recomendou a revisão. Na tela, o lance era claro: pênalti. Pena bateu, o goleiro defendeu, mas Wanderson, atentou, aproveitou o rebote. De canhota, mandou para as redes e fechou o primeiro tempo em 2 a 0!


Ficou barato

O que já era bom ficou ainda melhor aos dois minutos da etapa final. Autor do segundo gol, Wanderson decidiu ser garçom, e serviu perfeito cruzamento para Johnny colocar seu faro artilheiro à prova mais uma vez. Livre, o camisa 30 matou as saudades dos tempos de centroavante no Celeiro de Ases, e cabeceou para a festa do Gigante. A vitória começava a virar goleada.

Mauricio, Alemão e o próprio Johnny tiveram chances de fazer o quarto, mas esbarraram na insistente teimosia de Pegorari. Aos 22 minutos do segundo tempo, Sidnei Lobo colocou Edenilson e Alan Patrick em campo, substituições logo acompanhadas por gol de Vitão. O lance, porém, foi anulado, após intervenção do VAR, por falta no goleiro. Logo depois, Pedro Henrique e Taison entraram com a missão de manter o time agressivo no campo de ataque.

Mais do que justo, o gol era questão de tempo, e ele saiu nos acréscimos. Mais uma vez, o VAR chamou a atenção da arbitragem para pênalti da equipe visitante. Desta vez, cometido por Nogueira em cima de Edenilson. O próprio camisa oito assumiu a responsabilidade da cobrança e mandou no ângulo para decretar o atropelo. Na noite em que estreou um uniforme de gala, o Inter deu show para sua torcida!

Comentários

Tags

Artigos relacionados

Veja Também

Fechar
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios