DestaquesEsporte

Grêmio goleia Operário, vence segunda seguida e sobe na tabela de classificação

Já são três meses e quatro dias sem saber o que é perder no Campeonato Brasileiro Série B. Desta vez, o adversário foi o Operário e, com gols de Campaz, Diego Souza, Biel e Elkeson (2x), o Tricolor bateu a equipe paranaense por 5 a 1. A partida, válida pela 23ª rodada da competição, ocorreu na Arena do Grêmio.

Com os três pontos conquistados, a equipe gremista assume novamente a segunda colocação da Série B, com 43 pontos. Dependendo ainda de outros resultados. Além disso, o Tricolor abre uma vantagem ainda maior do quinto colocado, o Londrina.

Roger Machado optou por escalar a mesma equipe, que venceu o Guarani, na última sexta-feira. Os primeiros cinco minutos foram caracterizados por um Grêmio tocando a bola no ataque e tentando se infiltrar na área adversária, mas a marcação da equipe catarinense, dificultava as ações gremistas.

Jogando no contra-ataque, o Operário fez a defesa gremista trabalhar, aos seis. Felipe Garcia avançou para dentro da grande área e tentou o chute cruzado. A bola foi para fora.  O time adversário seguiu tentando pressionar. Aos 15’ Paulo Victor, também chutou cruzado, de fora da área, e a finalização passou à direita de Brenno.

O ponteiro chegava aos 22’, quando o Tricolor tentou abrir o placar, após dois cruzamentos, um de Villasanti, outro de Nicolas. Nas duas oportunidades, a defesa conseguiu cortar. Quatro minutos depois, foi a vez de Rodrigo Ferreira cruzar rasteiro, na linha de fundo, encontrando Guilherme, que marcou. Porém o lateral estava adiantando, fazendo o assistente assinalar impedimento.

Com 28’ jogados, novamente Guilherme apareceu na área. Após cruzamento de Campaz, o atacante desviou para o gol, mas o goleiro adversário realizou uma grande defesa.

As melhores oportunidades gremistas eram através dos cruzamentos. Aos 31’, Rodrigo Ferreira recebeu na linha de fundo, avançou para dentro da grande área e tentou o passe, Vanderlei espalmou e, na sequência, Guilherme tentou a batida, mas o arqueiro ficou com a bola.

Após pressão do Tricolor, o goleiro Brenno precisou trabalhar, aos 37’. Getterson finalizou, de frente para o gol, de fora da área, fazendo o goleiro gremista espalmar a bola pela linha de fundo.

O susto durou pouco, logo depois, o Grêmio seguiu no ataque. Com 40’ jogados, foi a vez de Campaz buscar o gol. O camisa 7 finalizou pela esquerda, fazendo Vanderlei defender e mandar a bola para escanteio.

A melhor chance gremista chegou aos 43’. Lucas Leiva acionou Guilherme na grande área, o atacante bateu, mas o arqueiro paranaense defendeu à queima roupa. Na sobra, Biel tentou o chute direto, mas a bola saiu por cima do gol. Toda a insistência Tricolor deu resultado e, dois minutos depois, Campaz não desperdiçou e, no rebote, mandou a bola para o fundo das redes. Bateu firme e não deu chance alguma para Vanderlei.

A segunda etapa iniciou sem modificações na equipe do Grêmio. A postura seguiu a mesma, como nos minutos finais, do primeiro tempo. O Tricolor pressionava a defesa adversária e buscava a finalização, para ampliar o marcador.

Não demorou muito para o segundo gol sair. Com oito minutos, Villasanti tocou de cabeça, na marca do pênalti, fazendo Diego Souza dominar e empurrar para as redes. Por um instante, a arbitragem marcou impedimento, mas, com o auxílio do VAR, o gol foi confirmado.

A torcida Tricolor cantava alto, quando, três minutos depois, o Operário conseguiu descontar, com Kalil de cabeça, após cruzamento.

O Grêmio queria mais e não se intimidou com o gol adversário. Na segunda chegada da equipe de Roger Machado, Biel marcou. Com 18’ jogados, Diego Souza pifou o atacante, que ficou cara a cara com Vanderlei e apenas tocou para o gol.

Um minuto depois, o comandante gremista realizou as primeiras trocas no time. Janderson e Bitello entraram nas vagas de Guilherme e Lucas Leiva. Na primeira oportunidade, Janderson quase marcou. O atacante avançou para dentro da pequena área, pela esquerda e chutou em cima de Vanderlei.

O tempo passava, e com 28’ jogados, Roger modificou a equipe, mais uma vez. Diego Souza e Campaz saíram para as entradas de Elkeson e Gabriel Silva.

Elkeson já ingressou dentro de campo buscando ampliar o marcador. Após cruzamento, o camisa 9 cabeceou, Vanderlei defendeu, mas o atacante estava impedido.

Com 37’, o árbitro deu o primeiro cartão amarelo para Thales, que entrou de forma agressiva em Elkeson. Em revisão no VAR, o atleta foi expulso e o Tricolor ficou com um jogador a mais.

O ponteiro marcava 40’, quando Thaciano entrou na vaga de Biel. A partida estava chegando ao fim, mas ainda dava tempo para mais. Aos 44’, Elkeson deixou sua marca, de cabeça, após cruzamento de Bitello. No minuto final, o centroavante empurrou a bola para as redes, mais uma vez, fechando o placar.

Grêmio 5×1 Operário.

O próximo compromisso será fora de casa, contra o CRB. A partida acontece no próximo sábado, 13, às 20h30.

Fotos: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Comentários

Tags

Artigos relacionados

Veja Também

Fechar
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios