DestaquesMissões

Minha experiência missionária XV

Por Mairo de Melo Menezes - Deus é Fiel

Consultando a memória de meu companheiro nestas andanças missionárias o irmão Samuel Machado, nesta edição compartilharemos o testemunho tremendo do Pastor (Pr.) João Njatani de Macanga/Moçambique.

Quando este pastor foi designado para assumir a missão na Igreja de sua denominação naquele campo, ele chega, reconhece o local e se apresenta como o novo pastor.

Foi uma época em que enfrentou dificuldades de toda ordem, tanto financeira como material e até mesmo de alimentação. Apesar destas limitações ele continuou firme no cumprimento de sua missão.

Logo após assumirem o trabalho, a esposa lhe comunica que havia minguado a comida e que não teriam o suficiente para todos (família grande), assim que, o pastor João entra em oração rogando a Deus que lhes provesse o necessário.

Num dado momento ele comentou na igreja que estavam passando por dificuldades na área dos alimentos.
No Moçambique é comum a prática da feitiçaria e em Macanga havia uma pessoa envolvida nesta prática que não gostava do trabalho que o pastor João Njatani vinha desenvolvendo.

Num certo dia chegando em casa soube que pessoas foram lhe visitar e dar-lhe as boas vindas e haviam levado um cesto de pão como doação para ele e sua família.

Naquele momento o pastor João pensava que era resposta de Deus a sua oração, porém, ele teve uma visão onde Deus lhe alertava que não comesse o pão porque estava envenenado.

Ocorre que, seus familiares já haviam comido do pão e pouco tempo depois começaram a passar mal, principalmente seu filho mais novo que veio a falecer.

A precariedade na área de saúde e medicina é muito grande na região de Macanga, agora imaginem queridos leitores, tamanha dificuldade que enfrentou o pastor João ao deparar-se com aquela situação!
Assim que o único recurso que dispunha naquele momento era orar com mais força e fé acreditando que Deus lhes daria livramento daquele envenenamento que contaminara sua família por meio daqueles Pães envenenados.

Deus lhe permitiu entender o que estavam enfrentando. Por meio de uma visão o pastor João viu um guerreiro vestido com roupa de palha e o rosto pintado de branco. Intensificaram as orações de batalha espiritual e por fim obtiveram a vitória completa sobre o envenenamento que pela misericórdia Deus livrou da morte o restante de sua família.

Participaram de uma grande batalha espiritual, inclusive com morte para entender os perigos que corriam naquela missão em meio ao contexto da feitiçaria, porém, como Deus é fiel, pouco tempo depois tiveram uma grande surpresa.

A pessoa que lhes dera pão envenenado ao perceber que seu intento não dera certo e ouvir que as orações do pastor João e da sua família e igreja obtiveram livramento da parte do SENHOR, um dia procurou o pastor João confessou seu ato e o motivo de desejar sua morte e de seus familiares.

O mais interessante foi que, esta pessoa, não só confessou o seu intento maligno, ela pediu perdão e aceitou a Cristo como Salvador alegando que o Deus do pastor João fora muito mais forte do que o deus que lhe orientara a dar-lhes pão envenenado.

Assim que, neste testemunho destacam-se mais uma vez a fidelidade de nosso Deus o ETERNO que trouxe livramento para a família do pastor João, consolo pela perda do filho, experiência na batalha espiritual e, sobretudo a conversão daquela pessoa que sob influência maligna tentou ceifar suas vidas.
Tudo isso porque DEUS É FIÉL.

Colaborou Samuel Machado.

Comentários

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios