ColunasDestaques

A verdade escondida da Ford

Por Eraldo Vasconcelos de Souza – Economista – Diretor do Grupo Vasconcellos

A notícia do fechamento da Ford no Brasil pegou muita gente de surpresa e vem sendo assunto recorrente na mídia e como sempre também foi politizado como tudo no Brasil, infelizmente parte do nosso povo por ingenuidade acaba sendo envolvido por pessoas desinformadas ou mal intencionadas que se especializaram em levar mensagens distorcidas e voltadas a gerar confusão visando ganhar mídia ou favorecer alguma linha ideológica.

A questão é como uma empresa que foi a primeira no mundo no sistema de produção em série criado por um genial empreendedor chamado Henry Ford, um ícone na produção de carros de repente começa a mostrar problemas a ponto de fechar empresas em algumas partes do mundo como Austrália e Brasil sem contar com a eliminação de algumas marcas na sua fábrica nos Estados Unidos. Com certeza não foram apenas às questões internas desses países, acreditar nisso seria mostrar um total desconhecimento dos reais motivos dessa tomada de decisão por parte da Ford.

Vários são os fatores que levaram a Ford a iniciar um fechamento de suas fábricas em alguns países, assim como acontecerá com outras empresas tradicionais do setor automobilístico que também terão de fechar caso não partam para mudanças radicais nas suas plantas. A Ford vem errando de estratégia a muito tempo aqui no Brasil com fusões desastradas como foi a Autolatina, fabricação de carros populares sem uma tecnologia embutida similar as marcas concorrentes, modelos fora do padrão exigido pelo cliente brasileiro, por isso resolveu a tomar uma decisão que é de reestruturar a marca Ford, repensar seus modelos e buscar alternativas, além de buscar mercados mais atraentes como o México.

Não podemos ignorar o chamado Custo Brasil, infelizmente produzir no Brasil é demasiadamente penoso e quando temos de competir no mercado externo ai tudo fica muito mais difícil já que os ingredientes que formam o custo Brasil fazem com que o preço final de um bem produzido aqui seja mais alto do que é produzido em muitos outros países e com isso as empresas multinacionais acabam optando por buscar locais com custos menores. Dentre esses custos temos uma carga tributária altíssima, uma logística cara e precária que ainda depende muito do transporte rodoviário, sem contar com os problemas portuários, temos ainda os problemas de energia e comunicação, poderia ainda incluir os problemas de mobilidade urbana que dificulta para o trabalhador chegar a empresa, burocracia, falta de uma política econômica coerente entre outros.

A grande verdade é que estão acontecendo grandes transformações no mundo no que tange ao modelo de vida das pessoas e por consequência tudo que elas usam de bens e serviços e os veículos não escaparam a essas mudanças que deverão ser cada vez mais radicais nos próximos anos, carros elétricos e autônomos estão sendo produzidos e as tradicionais fábricas de carros a combustão estão fadadas a fecharem se não mudarem seus projetos para satisfazerem um consumidor mais exigente e preocupado com o meio ambiente, isso vale para todas as empresas e atividades, vem ai um novo conceito de vida e para viver nele precisamos se adequar.

Comentários

Tags

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios