DestaquesNotícias Gerais

Carros novos ou usados: qual devo comprar?

Você anda pensando em ter um carro novo, e está se perguntando se deve optar por um modelo zero quilômetro ou seminovo e está cheio de dúvidas? Saiba que você não é o único, pois muita gente passa por esse tipo de dificuldade em optar! Pois bem… Quando se trata de trocar de carro, a escolha entre novo e usado é sempre uma preocupação legítima, pois é o tipo de opção que apresenta vantagens e desvantagens para ambas as decisões.

Geralmente, custo total exigido por um carro usado é menor do que o exigido por um carro novo, mas a variável é o número de manutenção necessária durante a vida do carro. As peças sobressalentes, muitas vezes devido a falhas devido ao desgaste, podem trazer o custo total quase igual ao do carro novo. O carro novo exige sacrifício econômico para despesas iniciais e impostos, mas garante maior conforto e segurança e parcelamento que o carro usado não pode garantir.

Por essa razão, neste post vamos ver os prós e os contras de cada opção, para avaliar sobretudo o aspecto financeiro da escolha. Acompanhe a seguir!

 Vale a pena comprar carros usados ​​ou novos?

Em primeiro lugar depende do orçamento, já que a disponibilidade é o primeiro critério de escolha. Em seguida, outros aspectos devem ser levados em consideração quanto aos custos de consumo e manutenção, mais limitados no caso de compra de um carro novo e mais frequentes no caso de um usado.

Por fim, há a questão da eficiência do motor: hoje, mais do que nunca, as instituições estão atentas às emissões dos veículos e as proibições de trânsito, como paradas de trânsito, estão se tornando cada vez mais severas. Gastar pouco para comprar um carro com o qual você pode dirigir de forma limitada pode não ser uma pechincha. Na verdade, o uso pretendido do carro novo ou usado que você escolher, e os lugares para onde vai, também são fatores fundamentais na hora de escolher entre a compra de carros usados em Porto Alegre ou zero quilômetro!

  1. Benefícios de um carro novo

No caso de carros novos, as principais vantagens são a sua confiabilidade. O defeito de fábrica pode acontecer, mas um veículo novo tem uma vida útil mais longa do que um usado. Além disso, sua segurança faz com que os carros novos mais recentes sejam equipados com todos os sistemas de segurança e assistentes de direção mais inovadores.

Para acompanhar o pacote de benefícios, a garantia de fábrica é algo a se considerar, sendo acessível em muitas marcas por menos dois anos. Já a garantia de posse é outro diferencial, pois você nunca saberá o que se fez no veículo usado, enquanto tiver a certeza de que o carro novo só foi tocado pelas montadoras e por quem o trouxe para o showroom. Há também a característica de baixas emissões, pois carros novos têm emissões de gás carbônico mais baixas do que carros usados.

Já em relação aos seguros, quase todos os salões de automóveis oferecem garantias de seguros que estão incluídos no parcelamento e nos anos de garantia, que faltam nos veículos usados. Por fim, há muitas vantagens para financiamento que fazem com que mesmo que o preço seja mais alto, é possível parcelar um veículo novinho em folha.

  1. Desvantagens de um carro novo

No quesito preço, definitivamente o valor de um carro novo é superior ao de um carro usado à venda. Além disso, após alguns meses da compra, o carro pode perder até 20% do seu valor. No que tange a peças sobressalentes, elas podem ser encontradas facilmente, mas considerando as novas tecnologias não é nada fácil repará-las a baixo custo. Além disso, quanto aos impostos, o preço do seguro e outros impostos de um carro novo são muito mais elevados do que os de segunda mão.

  1. Benefícios de um carro usado

Quanto mais velho for o carro, maior será a diferença de preço entre as diferentes categorias. Normalmente, o valor de um carro usado cai pela metade ao longo de cinco anos. Certamente, o preço de compra é mais barato do que carros novos. A economia com impostos e seguros fazem com que os usados sejam mais baratos porque o carro é mais antigo e menos valioso do que um novo. Um carro usado tem um valor de mercado menor, que não diminuirá como um carro novo meses após a compra. Muitos fatores influenciam esta margem: os critérios fundamentais são a quilometragem e o status de manutenção, mas também deve ser considerado que o comerciante tenta obter o máximo lucro. Se você comprar seu carro em uma concessionária, geralmente terá um ano de garantia. Por outro lado, esses varejistas têm preços muito mais elevados. Normalmente, particulares vendem seus carros para se livrar deles para tentar uma troca por um modelo mais recente.

Dependendo da idade do carro, a compra de um particular pode ser mais barata e vantajosa, mas esteja sempre atento à proveniência do veículo. Uma boa alternativa aos carros novos são os carros que foram muito pouco usados, ou seja, carros de funcionários de grandes corporações ou modelos para showrooms com descontos especiais, como é o caso de descontos especiais para funcionários de marcas como Volkswagen, Renault ou Ford, por exemplo.

  1. Desvantagens de um carro usado

No que é desvantagem na compra de um usado, certamente as peças sobressalentes são algo a se preocupar, pois muitas vezes são raras e mais difíceis de encontrar. Além disso, reflita sobre a baixa confiabilidade do veículo, pois se ele é usado e muito rodado, há a chance de ter uma maior suscetibilidade a defeitos devido ao desgaste. Além disso, os modelos mais antigos oferecem menos segurança que os mais atuais, pois seus sistemas de segurança não são novos. Se você pensa em cuidados com o planeta no quesito de sustentabilidade, os usados poluem mais do que os novos. E, por fim, se você comprar um carro usado, não saberá o que o proprietário anterior fez a bordo.

Gostou destas dicas, sobre a compra e oportunidades envolvendo carros novos ou usados? Aproveite e compartilhe este post!

Fonte: Marcela dos Santos

Comentários

Tags

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios